London London (up date 5: Oxford)

Ok, ok… se o guia é sobre Londres, porque falar de Oxford? Simples: de algumas estações de metrô citadas no guia, partem trens para outros destinos da Inglaterra e do Reino Unido. De Paddington, por exemplo, dá pra ir pra Cardiff (País de Gales) e Oxford, destino escolhido dessa vez.

IMG_5723

Dá pra comprar o bilhete pouco antes de embarcar, os trens da First Great Western cobrem o trajeto o dia todo, com intervalos bem curtos. É aquele passeio na medida pra fazer um bate-volta caprichado, a viagem não passa de 1h, nada que uma playlist com 10 músicas não resolva. E é frescura zero, sem lugar marcado, free seating total. Algumas paradas depois e você chegará a uma das cidades universitárias mais famosas do mundo, assim como a eterna rival Cambridge, mas isso é assunto pra outro post.

FullSizeRender-2

Oxford é a mais antiga das universidades de língua inglesa, segue no top 10 e desfila ex-alunos famosos: Bill Clinton, Tony Blais, J.R.R. Tolkien (Senhor do Anéis), Halley (sim, o do cometa) e até Oscar Wilde. Por tudo isso os campi viraram atração turística. Se você não se importar em desembolsar cerca de 15 pounds e “perder” 1h rodando de bumba, vai ter uma visão geral da cidade antes de bater perna sem rumo. E o melhor: depois de andar bastante, pode usar o mesmo bus pra voltar à estação de trem.

FullSizeRender-1

Comecei o passeio pelo centro: a Carfax Tower,  que é a construção mais antiga da cidade, tem mais de mil anos. A vista de cima é bem legal e rende fotos bacanas. Ali perto, na Broad Street, ficam as lojinhas que a turistada adora, cheias de souvenirs universitários: camisetas, agasalhos, bonés, canetas e tudo mais. Dica: nos produtos oficiais vem estampado University of Oxford, os que dizem Oxford University são piratas, e bem mais baratos. A continuação da rua, George Street, é lotada de bares e restaurantes famosos: Bella Italia, Byron, Jamie’s Italian e vários outros importados de Londres. Também tem cinema, teatro e comércio em geral. Eu tracei um burger no O’Neill’s, que tem umas 50 unidades em solo britânico.

FullSizeRender

E para os fãs de Harry Potter – me inclua fora dessa – visitar as locações da série é tiro certo. o tal salão de Hogwarts, por exemplo, é na verdade o hall da Christ Church. Depois disso tudo, como num passe de mágica, você vai voltar pra capital no mesmo dia e ainda aproveitar a noite londrina. Cheers!

FullSizeRender-3

Anúncios

Sobre RR TV

Apresentador de TV, idealizador e guitarrista dos Soundtrackers, e autor dos livros: As aventuras da Blitz, Almanaque da Música Pop no cinema, London London - O único guia para conhecer Londres usando o metrô e Paris Paris, que segue o mesmo conceito.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s