(Ainda) movidos por sonhos

“Cavalo de raça, quando ferido, mata-se com um tiro na cabeça”. Foi a frase dita por Fernando Barbosa Lima quando tirou do ar o Jornal de Vanguarda, em 1968. A moral da história é: certos projetos, de tão especiais, não merecem definhar. Melhor acabar com uma paulada só do que deixar a coisa se arrastar. E foi o que aconteceu com o Esporte Interativo, literalmente, da noite pro dia.

IMG_3237

Claro que a decisão de encerrar os canais de TV vinha sendo discutida internamente há dias, talvez meses, mas pra redação nada vazou. A gente sabe como funciona a coisa; a “rádio peão” trata de espalhar, fofocar, especular. Mas não tinha boato ou burburinho. Nada, nada, nada. Às 14h da véspera eu terminei o programa dizendo “o DE PLACA volta amanhã” e, sei lá porque, resolvi tirar uma foto do roteiro, que acabou sendo o último. Na madrugada do dia seguinte, uma convocação para reunião via whatsapp às 10h30 da manhã e… puf, game over.

IMG_3473

Com quase 25 anos de carreira já presenciei vários “passaralhos” em meios de comunicação. Já fui saído da TV Cultura, voltei anos depois e saí de novo por conta própria. No SBT, fui vítima da conhecida volatilidade de Sílvio Santos; cheguei pra trabalhar encontrei a porta trancada com aquele aviso que parecia piada, mas não era: acabou o programa, Chaves será exibido no horário. Só na Gazeta levei duas rasteiras em dois anos seguidos. Mais uma puxada de tapete na TV da Paulista e eu poderia pedir música no Fantástico. Na PLACAR, vi as lives que começavam a emplacar no facebook saírem do ar por conta da venda da revista que, de fato, nunca foi vendida. Enfim, é do jogo. Sinal dos tempos, talvez. Por essas e outras aprendi a ser meio budista, tudo muda o tempo todo no mundo, como uma onda mesmo. O nome disso é “impermanência”.

Voltando ao EI, tudo corria bem. Canal crescendo, Champions praticamente renovada, Brasileirão em 2019 garantido, a porra toda. O +90 ia muito bem de audiência e, o DE PLACA, começava a cativar o público num horário que é briga de foice no escuro; cada pontinho era disputado à tapa. Isso falando do braço paulistano, porque em terras cariocas, berço da TV, a coisa vinha azeitada há anos, a galera jogava em casa lá em Botafogo. Gente bonita, elegante e sincera. Todos jovens, cheios de ideias e disposição, quase uma ação entre amigos. Muitos colegas postaram nas redes sociais o que poderia muito bem virar uma hashtag oficial: #NuncaFoiTrabalho

Eu não vou explicar aqui o que você pode ler por aí, não sei muito mais do que já foi publicado pelos portais. Só sei que sinto muito pelos colegas que não fazem mais parte do time que, mesmo com elenco brutalmente desfalcado, vai continuar unido e entrando em campo pra garantir o bom resultado. Ainda não sabemos onde serão os jogos e nem quando a bola volta a rolar, mas quem ficou pra defender a camisa tá com sangue nos olhos. No mais, não seria honesto me apropriar da dor dessa garotada “movida por sonhos” que faz parte do projeto há 10 anos ou mais, afinal, peguei o bonde andando há pouco mais de 6 meses. Mas entendi o espírito e me solidarizo, não está sendo fácil. Enquanto houver bambu, tem flecha.

IMG_2949

Voltamos a qualquer momento, em edição extraordinária!

Anúncios

Sobre RR TV

Apresentador de TV, idealizador e guitarrista dos Soundtrackers, e autor dos livros: As aventuras da Blitz, Almanaque da Música Pop no cinema, London London - O único guia para conhecer Londres usando o metrô e Paris Paris, que segue o mesmo conceito.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

12 respostas para (Ainda) movidos por sonhos

  1. Adriano Avaí disse:

    Mantenha a firmeza! Como vascaíno tú é um jornalista/flamenguista que res
    peito!

  2. Márcio Aguiar disse:

    Boa sorte Rodrigo!!

  3. Sarah Borges disse:

    Triste notícia ao saber do termino do canal, tenha a solidariedade de sua admiradora de seu trabalho, espero que retorne muito em breve. Me solidarizo com todos, pois é triste fechar postos de trabalho em um pais que precisa tanto de emprego, um grande abraço a você e a todos que faziam o canal crescer e sonhar de ser diferente.

  4. Patrick disse:

    Muito triste e surpreendente a notícia.
    Sim, o mundo vive em constante mudança, isso não significa necessariamente que as mudanças são positivas ou “para melhor”, mas temos que ter a capacidade de de nós reerguer, reinventar e superar.
    Você é um “profissional multimídia “, com um enorme conhecimento é uma baita experiência. No fim, tudo dá certo.
    Que consiga fazer o que ama em outra praça.
    Abraços, tudo de bom.

  5. valter majela disse:

    Você é foda, essa dupla que fez com o Ale ainda vai se esbarrar por ai em algum lugar gerando conteúdo para os seus fãs.
    Boa sorte.

  6. Maise disse:

    Que chato 😥

    Torcendo sempre por ti.

  7. Hipólito Ferreira Machado disse:

    Muito bem, e é um belo cavalo, daqueles grande, machador e com a quilina batendo no peito, gostei do espírito da coisa desde a primeira vez q o vi, Vc é também o canalha. Quando é o retorno, já fazem falta, Vc é o Alê, São os caras…

  8. Porra mano, eu acompanho vc desde a ESPN Brasil, vc é extremamente carismático e um ótimo âncora. Até por ser músico como vc, acredito que vc também deva ser uma ótima pessoa na convivência de bastidores etc.. Fiquei puto da vida com a extinção da EI que, certamente, no âmbito do futebol iria desbancar a plim-plim. Vontade de sair socando meio mundo pq no fundo sei que é TUDO por causa de DINHEIRO, de conchavos, etc. e o sonho e qualidade que se foda né?Quando a gente acha um programa decente pra nos tirar dessa rotina paulistana desgastante, estressante, vem um FDP de grandeza maior e acaba com tudo! (Até o meu time no Cartola FC se chama De Placa FC em homenagem ao programa) Enfim… Pode ter certeza que não sou o único fã que está puto e indignado com tudo isso que rolou, mas tenha a mesma certeza que continuarei a acompanhá-lo seja onde for! Tem uma frase do filme gladiador que me identifico, acredito que vc conheça e espero que lhe dê forças novamente pra se levantar e seguir: “lute e lute novamente até o cordeiro se tornar um leão”. Tamo junto! Força aí! forte abraço!

  9. Paulo Péricles disse:

    A primeira coisa que me veio à mente quando li o noticiário sobre o EI foi “é o de placa???” Rapaziada, saiam com senso de dever cumprido! O que vocês fizeram foi algo de se dar orgulho… algo para contar para os netos! Essa “história não ficará pelo avesso assim sem final feliz” Até breve!

  10. Belo texto. O mercado está cada vez mais selvagem. Não há espaço para o apego. Seguir os nobre caminho é a melhor solução realmente.

  11. RR…. Sinto muito por vcs cara…., agora que me desculpe… nunca na vida me senti tão traído… justo eu que a anos procura um canal de esporte realmente interativo… é quando eu encontro.. tomo uma paulada dessa pelas costas, em anos de vida nunca vi uma total falta de consideração com o seu público. LASTIMÁVEL!! PEÇO RETRATAÇÃO JÁ DÁ ESPORTE INTERATIVO!!

  12. mribeiro02 disse:

    É realmente lamentável o que está acontecendo com o EI …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s